Dicas para evitar roubo de cargas

O mercado de caminhões novos apresentou crescimento de mais de 15% no acumulado de janeiro a setembro de 2011 se comparado com o mesmo período do ano anterior, atingindo 129.742 unidades emplacadas, segundo a Fenabrave.

Assim como o número de caminhões, cresce também a demanda por transporte rodoviário de carga e, consequentemente, aumentam as precauções para evitar prejuízos e avarias.

Diante desse cenário, os transportadores têm utilizado vários artifícios para burlar os receptadores de cargas nas estradas. Uma medida que tem surtido bastante efeito é o gerenciamento de risco.
 
Cyro Buonavoglia, presidente da Gristec (www.gristec.com.br), explica que o gerenciamento inicia-se no momento em que se contrata o frete, passa pela seleção do colaborador e só termina com a entrega da carga no destino certo.
 
Atualmente o mercado oferece vários mecanismos de segurança disponíveis para reduzir as ações criminosas, como:
 
– monitoramento 24 horas e em tempo real das cargas, desde o embarque até o destino final;
 
– programa de prevenção de ocorrência de acidentes veiculares, qualificação técnica e comportamental dos motoristas, orientação sobre itens relacionados à saúde e o check list veicular;
 
– escolta 24 horas, uma das mais importantes ferramentas de gerenciamento de risco, que visa maximizar a segurança da carga;

– apoio logístico que permite a visualização dos veículos, troca de mensagens e envio de comandos que possibilitam a tomada de medidas preventivas ou corretivas a partir da central de monitoramento;

– análise do perfil e consultas sobre motoristas carreteiros.
 
Fonte: Para comentar o assunto, indico Cyro Buonavoglia, presidente da Gristec (Associação Brasileira das Empresas de Gerenciamento de Riscos e de Tecnologia de Rastreamento e Monitoramento) e diretor financeiro da Buonny.
 
Sobre a GRISTEC – Fundada em 2005, a Associação Brasileira das Empresas de Gerenciamento de Riscos e de Tecnologia de Rastreamento e Monitoramento – GRISTEC – é uma entidade de classe de âmbito nacional, sem fins lucrativos, que tem como objetivo elaborar normas, critérios e certificações para o segmento, além de representar legalmente as empresas do setor. Oferece adesão espontânea às empresas que atuam com gerenciamento de riscos, tecnologia de rastreamento e monitoramento, e empresas com afinidade a essas atividades econômicas.

 

Fonte: Segs

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s