Projeto libera pagamento de pedágio em caso de lentidão na cobrança

A Câmara analisa o Projeto de Lei 1561/11, do deputado Félix Mendonça Júnior (PDT-BA), que reduz os limites de espera em postos de pedágio definidos pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Atualmente, a agência determina que o usuário fique liberado do pedágio se as filas nas cabines de pagamento forem superiores a 300 metros ou se a espera no atendimento for superior a dez minutos. A proposta reduz para 100 metros e cinco minutos esses limites, que passarão a ser inscritos nos contratos de concessão de estradas e divulgados em placas para o conhecimento dos usuários.

Multa

A empresa de pedágio que descumprir a determinação poderá ser multada em até R$ 1,5 milhão, de acordo com o projeto. O deputado argumenta que os limites determinados pela ANTT são modestos e não impedem a formação de congestionamentos nas praças de pedágio das rodovias brasileiras. “Não há, de fato, motivo que justifique um usuário esperar mais de cinco minutos por atendimento em praças de pedágio. Está ali não por vontade sua, mas porque exigem que pague pelo serviço. Se é assim, que a cobrança seja célere”, argumenta.

Tramitação

A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Viação e Transportes; Finanças e Tributação; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

 

Fonte: Agência Câmara

Anúncios

Gristec estrutura sua Universidade On-Line disponibilizando cursos de capacitação técnica à distância

Associação realizará os cursos pela internet, em parceria com a Learnway, especializada em ensino à distância

 
São Paulo, setembro de 2011 – A Gristec – Associação Brasileira das Empresas de Gerenciamento de Riscos e de Tecnologia de Rastreamento e Monitoramento (www.gristec.com.br) – fechou parceria com a empresa Learnway Soluções em Treinamento, que atua no mercado de ensino à distância. Os focos são treinamentos para capacitação técnica, infraestrutura tecnológica e aprimoramento profissional. Este é o primeiro passo para a implantação da Universidade On-Line Gristec, que proporcionará maior interação de parceiros e colaboradores com a empresa, além de disponibilizar cursos para aperfeiçoamento pessoal e profissional. 
 
O primeiro treinamento será o de formação de operadores de monitoramento, para capacitar os operadores na prevenção e atuação contra o roubo de carga e veículos. Os participantes terão a oportunidade de adquirir maior consciência da prevenção de riscos e da segurança sobre a vida de outros. O aluno também será qualificado tecnicamente e terá mais conhecimento de sua profissão.
 
De acordo com Cyro Buonavoglia, presidente da Gristec, a associação está construindo uma estrutura de treinamento e capacitação básica para os profissionais do setor, dirigida e focada nas operações de gerenciamento de riscos, especialmente no monitoramento de veículos que tem carência de pessoal tecnicamente qualificado. “A importância da atuação dos profissionais está relacionada ao incentivo e à conscientização das empresas, visando estimular a evolução e o aprimoramento profissional de cada um com planos de carreira”, diz.

A Learnway, parceira da Gristec neste projeto, possui larga experiência no setor de treinamento e capacitação corporativa à distância. Ficará a cargo do desenvolvimento dos cursos eLearning e dos treinamentos, além de disponibilizar a plataforma computacional LMS – “Learning Management System” Moodle® para seus associados através de um Portal Educacional. Através desta plataforma estes poderão estruturar e gerenciar on-line o desenvolvimento dos treinandos/cursos e também criar e gerir trilhas de treinamento e matrizes de capacitação para seus colaboradores e prestadores.

O público-alvo do curso de formação de operadores de monitoramento são as pessoas que já atuam nesse mercado, em seguradoras, gerenciadoras de riscos, empresas de tecnologia de rastreamento e monitoramento, transportadores, embarcadores e operadores logísticos, e quem possui vivência e experiência nessas atividades, mas necessitam de reciclagem e atualização.

Os interessados podem obter mais informações na página www.gristec.com.br

Sobre a GRISTEC – Fundada em 2005, a Associação Brasileira das Empresas de Gerenciamento de Riscos e de Tecnologia de Rastreamento e Monitoramento – GRISTEC – é uma entidade de classe de âmbito nacional, sem fins lucrativos, que tem como objetivo elaborar normas, critérios e certificações para o segmento, além de representar legalmente as empresas do setor. Oferece adesão espontânea às empresas que atuam com gerenciamento de riscos, tecnologia de rastreamento e monitoramento, e empresas com afinidade a essas atividades econômicas.

Sobre a Learnway – A LEARNWAY é uma empresa brasileira, especializada em e-Learning e Redes Sociais para adultos em ambiente corporativo, desenvolvendo soluções também para o mercado internacional, com operações na Itália. Entre seus principais clientes estão: Natura, Grpcom, Schincariol, Kraft Foods, Ferrero, Bauducco, Giraffa’s, Volvo, Renault, Honda, Gol Linhas Aéreas, Positivo, Infraero, Amil, Ellus, Electrolux, C.R.Almeida,  Banca d´Italia, Sky Itália, Sun Microsystems/Oracle (USA), Vaticano (Estado do Vaticano), entre outros. Tendo desenvolvido mais de 300 cursos sobre as mais diversas naturezas, a LEARNWAY acumula experiências no desenvolvimento de conteúdos on-line, onde aplica metodologias didáticas de comprovada eficácia pedagógica. www.learnway.com.br

Informações para a imprensa:
Oficina da Comunicação Integrada – Assessoria de comunicação da Gristec
(11) 2275-0833
Adriana Camargo – adriana@oficinadacomunicacao.inf.br
Fran Oliveira / Ana Claudia Proença

Fontes: InfoGPS, Incorporativa, Segs, Portal LogWeb, Portal Transporta Brasil

PAC vai modernizar porto em 2012

Rio Grande recebe R$ 309 mi para obras

Com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), o Porto do Rio Grande vai passar por diversas obras visando melhorias operacionais e modernização de sua infraestrutura, conforme anunciou Leônidas Cristino, ministro dos portos.

Ao todo serão destinados R$ 309 milhões para dragagem de aprofundamento, foram listadas as obras de modernização do cais público do Porto, com a construção de 1.125 metros de cais, além da recuperação do Molhe Leste.

As obras acima fazem parte de um conjunto de ações que a SEP executa no Porto de Rio Grande para torná-lo ainda mais competitivo. Neste ano foi concluída a ampliação dos molhes, com o valor de mais de R$ 400 milhões.

Para a modernização e aumento do cais, serão necessários aproximadamente 26 meses de obra, com a previsão para a publicação do Edital de Licitação em meados de fevereiro. Para esta melhoria a SEP irá investir R$ 119 milhões.

A recuperação do Molhe Leste ficará em torno de R$ 80 milhões e deverá ser iniciada em agosto de 2012, segundo cronograma proposto. Já a dragagem de aprofundamento, que deixará o Porto Novo com a profundidade de 13,5 metros, no valor de R$ 110 milhões deverá ser finalizada em 2014.

 

Fonte: Webtranspo

JAC Motors formaliza hoje acordo para se instalar em Camaçari

Com um investimento estimado em US$ 1,3 bilhão, a chinesa JAC Motors definiu o Estado como a porta de entrada para a conquista do Brasil

Uma década após a instalação da fábrica da Ford, a Bahia formaliza, nesta quarta-feira (16), o acordo que vai trazer a segunda planta automotiva para o Polo Industrial de Camaçari.

Com um investimento estimado em US$ 1,3 bilhão, a chinesa JAC Motors definiu o Estado como a porta de entrada para a conquista do Brasil. Quando entrar em funcionamento, em 2014, a montadora deverá gerar 3,5 mil empregos diretos e outros 10 mil indiretos para produzir 100 mil carros por ano.

O espaço físico que a fábrica deverá ocupar é semelhante ao ocupado atualmente pela Ford, de aproximadamente 5 milhões de metros quadrados. Ontem, o governador Jaques Wagner disse, no programa Conversa com o Governador, que viajará à China em 10 de dezembro para visitar a fábrica.

Um efeito da chegada da JAC que poderá ser notado ainda no primeiro trimestre do próximo ano, é que a empresa tem a expectativa de passar a importar os veículos pela Bahia entre fevereiro e março. “Inicialmente, farão isso numa estrutura provisória, mas vamos preparar o Terminal da Ford”, explica o secretário da Indústria, Comércio e Mineração (SICM), James Correia.

Futuramente, diz ele, o terminal será ampliado, com um investimento de R$ 100 milhões, para atender as duas montadoras e outras, também interessadas em operar no Estado. “Ao contrário do que dizem, estamos sim na disputa pela fábrica da Volkswagen”, garante James Correia. E de outras, também, “com chances muito boas”.

 

Fonte: A Tarde – BA

Mão única nas cinco pontes

As alterações começam no trajeto de quem segue no sentido Vitória pela Cinco Pontes, entre as 7h e as 9h

A partir da próxima segunda-feira, a Prefeitura de Vitória dará início a uma operação que promete melhorar o trânsito próximo à Ilha do Príncipe. Além de desviar o sentido de algumas vias, o trajeto nas Cinco Pontes terá mão única em alguns horários.

As alterações começam no trajeto de quem segue no sentido Vitória pela Cinco Pontes, entre as 7h e as 9h. O tráfego será desviado para que os motoristas passem por baixo do viaduto e, depois, acessem a Ponte Seca. De lá, quem vai para o Centro deverá seguir pela Rua Pedro Nolasco, passando pelo Mercado da Vila Rubim.

O objetivo é evitar o encontro de veículos que saem da Cinco Pontes e da Segunda Ponte no início da Avenida Elias Miguel, explica o gerente de Operação e Fiscalização de Trânsito da Guarda Municipal, José Roque Nascimento. “Esse encontro é o que provoca o longo engarrafamento que acontece todos os dias, nesse horário”, assinala.

Permanente – A ação será permanente, todos os dias úteis, e contará com o auxílio de cerca de dez agentes de trânsito de Vitória e Vila Velha, além de sinalização específica. O tempo do semáforo no cruzamento da Rua Pedro Nolasco com a Avenida Elias Miguel também será alterado. Além disso, uma das três faixas da avenida será destinada apenas para os carros que saem da Rua Pedro Nolasco.

Outra ação prevista para esses horários é a transformação das Cinco Pontes em mão única, no sentido Vitória. “Isso poderá acontecer em alguns momentos, apenas para aliviar o trânsito”, diz Nascimento.

Segundo ele, hoje o engarrafamento na região da Cinco Pontes, nos horários de pico, chega a 500 metros, e no Segunda Ponte, a dois quilômetros. “Queremos chegar a 100 metros, apenas, na Cinco Pontes”, revela.

Alterações vão atingir outros bairros – A Prefeitura de Vitória estuda a realização de mudanças em outras áreas da cidade, entre as 17h e as 19h nos dias úteis. Uma delas é o deslocamento de mais agentes de trânsito para a Avenida Saturnino de Brito, Praia do Canto, para dar mais fluidez ao tráfego. As ações deverão ser implantadas no próximo ano e poderão interferir no trajeto dos veículos.

 

Fonte: A Gazeta – ES

Dutra tem novo trecho de pista marginal

NovaDutra liberou mais um trecho da nova pista marginal na região de Belford Roxo (RJ)

A NovaDutra liberou no último fim de semana mais um trecho da nova pista marginal na região de Belford Roxo, na baixada fluminense, desta vez do quilômetro 172,7 (saída de Belford Roxo) até o km 173,7 (Gonçalves Gato), sentido Rio-São Paulo. As obras incluíram a construção de duas faixas de rolamento e acostamento.

Obras – Esse último trecho entregue ao tráfego faz parte das obras de construção das novas pistas marginais da via Dutra, iniciadas em agosto do ano passado e cujo custo é de aproximadamente R$ 123 milhões. De acordo com a concessionária, os trabalhos seguem com três frentes de trabalho: duas para a construção dos 5,6 quilômetros que serão implantados entre Nova Iguaçu e São João de Meriti, no sentido Rio de Janeiro; e outra no sentido São Paulo, que realiza a construção de 2,2 quilômetros de novas pistas marginais entre Belford Roxo e Nova Iguaçu.

Ao todo, segundo a NovaDutra, essas novas obras implicam em uma extensão de 7,8 quilômetros de vias marginais. A previsão da concessionária é concluir as novas pistas marginais em ambos os sentidos em 2012, com as obras por etapas, à medida que forem concluídas.

 

Fonte: Canal do Transporte

ALL apresenta projeto de reativação da linha até Cianorte

A empresa América Latina Logística (ALL), concessionária das estradas de ferro existentes no norte e noroeste paranaenses, entregou à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) um plano de recuperação do trecho ferroviário entre Maringá e Cianorte, desativado 22 anos. A medida visa ao cumprimento do novo marco regulatório, que entrou em vigor há três meses, possibilitando o transporte de carga em malhas que não estão sendo aproveitadas pelas atuais operadoras.

A concessionária informou ontem por meio de sua assessoria que não pode dar detalhes do projeto enquanto não ocorrer uma manifestação por parte da Agência, porém destaca que busca parcerias comerciais que possam viabilizar a reativação da linha. “A ANTT e o Ministério dos Transportes podem ainda fazer adequações no projeto apresentado”, informou a assessoria.

A direção da ALL no Paraná diz que a decisão da ANTT está de acordo com os interesses da empresa, que já vinha trabalhando em um levantamento das viabilidades econômicas visando à reativação dos 92 quilômetros entre Maringá e Cianorte. Empresários do setor sucroalcooleiro e prefeitos de municípios como Cianorte, São Tomé, Paiçandu, Jussara e Doutor Camargo já tinham manifestado por escrito o interesse na reativação do trem de carga no trecho.

Do total de trechos subutilizados no Brasil (5,4 mil quilômetros), quase a metade é operado pela ALL (2,6 mil quilômetros).


Fonte: O Diário.com